Mary Quant

mary quant 1.jpg

Você sabia que a londrina Mary Quant (1934) revolucionou a moda em Londres? Desde pequena tinha interesse por moda, mas os seus pais eram professores e desejavam que tivesse um diploma de professora de arte na Goldsmith’s University. Lá acabou conhecendo o Alexander Plunket-Greene, seu futuro marido.

Juntos andavam no meio boêmio de Chelsea, em um bar famoso do Archie McNair. Quant, Plunket e McNair abriram a loja Bazaar na King’s Road em 1955, vendendo produtos para artistas boêmios, estudantes e escritores. Mary no começo era responsável por comprar as roupas e acessórios que seriam vendidos na loja e produzindo as vitrines de jeito inovador.

mary-quant-esposo

Com o tempo percebeu que tinha preferência por vender suas próprias criações, também usava todas as suas peças. Mesmo sem bastante experiência, comprava os tecidos, contratou costureiras e se dedicou totalmente para a criação. Desenhou um par de pijamas e usou o modelo para uma inauguração, a Harper’s Bazaar destacou o look e virou cópias no mercado dos Estados Unidos.

Em 1957, abriu a segunda loja em Knightsbride e logo em seguida fez uma viagem de vendas em Paris. A imprensa noticiou Quant como um fenômeno jovem. Alguns anos depois assinou contrato com J. C. Penney, para a criação de roupas, lingeries e, depois a fundação da Mary Quant Ginger Group Wholesale Clothing Design and Manufacture Company.

mary quant 3.jpg

A estilista proporcionou roupas mais descoladas e com um preço mais acessível para o público jovem, que antes só podiam comprar roupas em butiques independentes. Logo depois foi reconhecida na International Fashion Awards do Sunday Times e recebeu a ordem do Império Britânico por serviços prestados a indústria de roupas.

Fica a polêmica que Quant inventou a minissaia em 1964, porém no mesmo ano o estilista André Courrèges lançou uma coleção de verão onde as saias tinham menos 15 centímetros acima do joelho. Continuou por anos criando e lançou até a sua própria coleção de cosméticos. Em 2000, deixou a Mary Quant Ltd., a empresa foi vendida para acionistas japoneses.

mary-quant-4

Obrigada por acompanhar!

Anúncios

Publicado por

4 comentários em “Mary Quant

  1. Nossa que demais poder conhecer histórias dessas mulheres empoderadoras no passado! Em uma época tão difícil e opressiva às mulheres, aaquelas com personalidade destacam-se inovando e escrevendo seu nome na história! Adorei conhecer a história dela, uma pena que tenha vendido a empresa nos anos 2000 😦

    Curtir

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s