Vincent e Cartas a Théo

vincent e cartas a théo 1.jpg

Vincent Willem Van Gogh é considerado um dos pintores mais importantes, mas enquanto estava vivo vendeu apenas um quadro. Nasceu em 1853, seu pai era pastor e sua mãe cuidava dele e seus 5 irmãos. Gostava de ler em demasia, tinha hábito de ficar caminhando e, quando era criança, vivia grudado com o seu irmão Théo.

Com o tempo foi ficando mais solitário e chegou até a colecionar e catalogar diversas coisas, por exemplo, flores silvestres. Tenho muito interesse sobre a vida do holandês e, claro, aprecio as suas obras. Faz um tempinho que li “Vincent”e “Cartas a Théo”, nada mais justo  do que compartilhar e/ou indicar para quem também possui interesse no pintor.

vincent e cartas a théo 8.jpg

Van Gogh se muda para o sul da França, buscando novos ares para realizar as suas pinturas. Sempre preocupado em pagar o que deve para o seu irmão Théo. Tinha imensa admiração pelo pintor Paul Gauguin e o convida para passar um tempo na sua casa. Saem juntos para pintar, depois de umas semanas vão ter uma briga e Gauguin vai embora por se sentir desconfortável.

Com o passar do tempo Van Gogh vai ficando cada vez mais com problemas e acontece o que a maioria das pessoas já sabem sobre a sua vida. Vai cortar a sua própria orelha e logo depois é internado, sempre com o seu irmão Théo ajudando. Volta para casa, tem outra crise e vai para um asilo.

vincent-gif-letras-e-costuras

A obra Vincent ganhou o Prêmio Holandês de Melhor Autor de HQ 2009. Foi realizado por Barbara Stok, trabalhou por 3 anos nesse livro com o apoio do Museu Van Gogh. Obviamente a história está bastante resumida, mas essa graphic novel é incrível e todo destaque para o traço da artista e as cores utilizadas. Nas crises do pintor, os desenhos ficam bem drásticos e sérios.

“Essa paisagem é como um mar vazio. Apenas o infinito… e a eternidade.”

144 páginas / Editora L&PM Editores / ISBN 978-85-254-3115-8

vincent e cartas a théo 6.jpg

Van Gogh faleceu em 1890, deu um tiro no próprio peito. As cartas foram guardadas pela esposa do Théo, Jo Van Gogh-Bonger.  A primeira publicação foi em 1914 e tinha 652 cartas, o volume possuía 1.000 páginas! Em 1930, as cartas foram reorganizadas e selecionadas, que são as dessa publicação.

O único ponto negativo desse livro é que não temos respostas do Théo, são apenas as cartas que o Vincent mandava. A frequência das cartas mudam com o tempo, mas às vezes chegam a ter duas por semana.

“Como a arte é grande quando ela é simplesmente verdadeira.”

cartas-a-théo-gif-letras-e-costuras-.gif

As cartas possuem inúmeros detalhes do pintor seja sobre o seu dia, o que está passando pela sua cabeça, opinião sobre determinado autores, cores etc. Chegou a dizer que o trabalho ajudava a se distrair e que precisava de verdade ter essas distrações.

Sempre preocupado com o dinheiro, que não conseguia vender seus quadros e que o reconhecimento que tinha era apenas do seu próprio irmão. Faz alguns pedidos de material para as suas pinturas e até mesmo o que vestir. Em determinados momentos foi difícil continuar leitura devido algumas declarações desesperadora do Vincent. Porém, é um livro interessante para quem deseja saber mais sobre a sua vida.

410 páginas / L&PM POCKET / ISBN 978-85-254-0619-4

vincent e cartas a théo9.jpg

Também se interessa pelo Van Gogh ou por outro pintor? Obrigada por acompanhar!

Anúncios

Publicado por

7 comentários em “Vincent e Cartas a Théo

  1. Van Gogh é uma referencia incrível em relação às suas obras, e é uma coisa que me incomoda muito saber que esses artistas, em sua grande maioria, só tiveram reconhecimento póstumos.
    Fiquei bastante interessada pela HQ, acredito que o livro de cartas seria muito emocionalmente pesado pra mim no momento em que me encontro na vida. rs

    Beijos
    http://www.jadeamorim.com.br

    Curtido por 1 pessoa

  2. Oi Isabelle, muito bacanas as suas indicações. Outro dia eu vi um documentário (na TV) sobre o pintor e fiquei ainda mais impressionada com a sua vida, com as dificuldades que ele passou etc. Adoraria ler as cartas que ele enviou para o irmão!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Acho bem legal pesquisar sobre a vida de pessoas importantes da história. Não conhecia grande parte dos fatos que você apresentou, com seu post consegui vê-lo com outros olhos e não apenas como aquele pintor que cortou a orelha e enlouqueceu. Fiquei bem interessada pela HQ! beijos!

    Curtido por 1 pessoa

    1. pois é, a vida dele é cheia de detalhes, problemas com a mãe, desanimado, mas ao mesmo tempo querendo se aprofundar na arte, estudava os pintores, procurava pelas cores e principalmente o azul! ele foi muito interessante e maravilhoso. :****

      Curtir

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s