Uma dose de Liev Tolstói

liev tolstoi - letras e costuras

“Fomos habituados a só reconhecer como arte aquilo que lemos, ouvimos e vemos nos teatros, nos concertos, nas exposições, assim como prédios, estátuas, poemas, romances… Porém, tudo isso não passa de uma ínfima parte daquela arte através da qual nos comunicamos com outros durante a vida. Toda a existência humana está plena de criações artísticas de toda espécie, desde canções de ninar, brincadeiras, arremedos, decoração de casas, vestimentas, utensílios, até os ofícios religiosos e cerimônias solenes. Tudo isso é atividade artística. Portanto, não chamamos de arte (no sentido escrito da palavra) toda atividade humana que transmite os sentimentos, mas apenas a que por algum motivo destacamos entre todas essas atividades e à qual atribuímos um significado especial”

Liev Tolstói em O que é Arte? /  Últimos Dias

Anúncios

Publicado por

4 comentários em “Uma dose de Liev Tolstói

  1. […] sempre bom! Então os livros que quero ler até o final do ano são “Guerra e Paz” do Liev Tolstói, “Tarântula” do Bob Dylan, “Duna” do Frank Herbert, “Vivienne […]

    Curtir

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s