Tingimento de Tecidos

tingimento-2

Após a Revolução Industrial se teve um aumento na fabricação de tecidos. Disponibilidade de vários recursos naturais, alguns vinham de barco e, além de demorarem a chegar, eram bastante caros. Para colorir a roupa da realeza de roxo, por exemplo, era necessário uma secreção de moluscos.

No século XIX, para a produção do corante azul precisava da planta pastel-dos-tintureiros, do amarelo precisava do lírio-dos-tintureiros, do vermelho precisava da ruiva-dos-tintureiros.

tingimento-3

tingimento-5

O químico William Henry Perkin é o responsável pela descoberta do primeiro corante sintético roxo, que recebeu o nome de anilina púrpura ou lilás. Ganhou bastante dinheiro e sua fábrica continuou reproduzindo outras cores.

Grande parte dos tecidos são tecidos ou tricotados antes de serem tingidos com os corantes naturais ou sintéticos. Os naturais podem ser de plantas, animais ou mineiras, mas continuam sendo mais caros e as opções de cores são menores. Os sintéticos podem copiar as cores dos naturais, mas os naturais não podem copiar as cores dos sintéticos.

tingimento-1

Obrigada por acompanhar!

Anúncios

Publicado por

2 comentários em “Tingimento de Tecidos

  1. adoro posts que contam um pouquinho da história das coisas. ❤
    E o tecido tingido naturalmente ta voltando com tudo, tem até curso pra ensinar hoje em dia, falta só uma grana boa pra aprender. rs

    Continue com esses posts informativos, são mto legais Isa!
    beijão!

    Curtir

Deixe um comentário!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s