Uma dose de Immanuel Kant

kant.jpg

“É uma inclinação natural do homem comparar seu comportamento com o de alguém mais importante (a criança se compara com os adultos, o humilde com o aristocrata) para imitar seus modos. Uma lei de tal imitação, que praticamos para não parecer menos importantes que outros, especialmente quando não pretendemos obter nenhum lucro com isso, é chamada moda. Ela é portanto da ordem da vaidade, porque, não há em sua intenção nenhum valor interno; ao mesmo tempo, é também da ordem da insensatez, porque por força da moda temos ainda uma compulsão a nos submeter servilmente ao mero exemplo que muitos na sociedade projetam sobre nós.”

Immanuel Kant / Antropologia de um ponto de vista pragmático

Anúncios

Jean Shrimpton

jean shrimpton 1.jpg

A inglesa Jean Shrimpton (1942) foi descoberta pelo fotógrafo David Bailey quando tinha apenas dezoito anos. A dupla realizou diversas parcerias na moda e, por trás dos flashes das fotos, tiveram um relacionamento de quatro anos.

“Fomos atraídos instantaneamente e, sempre que trabalhamos juntos, essa atração criou uma forte atmosfera sexual” Shrimpton sobre Bailey na sua autobiografia publicada em 1990.

jean shrimpton 2

jean shrimpton 3

jean shrimpton 4

Se tornou o rosto do Swinging London, movimento que foi responsável pela moda, arte e música durante a década de 60. Cabelo longo, franja, lábios carnudos, bastante máscara de cílios e corpo longilíneo, ganhou o apelido “The Shrimp” e foi a modelo mais bem paga daquela época.

Em 1975 optou por deixar de lado a carreira de modelo e toda a sua fama. Foi morar em Cornwall, onde abriu uma loja de antiguidades. Casou com o fotógrafo Michael Cox, teve um filho e comprou o Abbey Hotel, em Penzance.

jean shrimpton 5

Obrigada por acompanhar!

Ronaldo Fraga / SPFW N42

ronaldo-fraga

O incrível Ronaldo Fraga apresentou o seu desfile no SPFW nesta quarta-feira (26), no Theatro São Pedro. A coleção “El Día Que Me Quieras”, é o mesmo nome da loja do estilista baiano Ney Galvão, que fazia sucesso com as travestis.

O casting contou com 28 transexuais (apenas 3 ou 4 são modelos profissionais, outras são professora de dança, dona de casa etc.), todos os vestidos eram inspirados nas décadas de 20 e 30.  Na verdade, foi criado apenas um vestido e feito várias versões. Os desenhos foram pintados e impressos nas peças. Preciso repetir que o estilita é incrível sim ou claro? Incrível!

Ronaldo Fraga em entrevista para Elle:

“Não da pra acender uma vela para Deus e outra para o Diabo. Precisamos ser contundentes. Tem que ler o release. Tem que falar, carregar na tinta. Não dá pra ser mais ou menos. Minha forma de protesto é essa. Minha forma de ir para a rua é essa, que é meu trabalho e o meu oficio. As pessoas me dizem: ‘você vai deixar de vender desse jeito.’ E eu estou aqui pra vender? Eu estou aqui pra viver bem. Estou aqui pra justificar o meu ofício e poder dizer que eu tenho orgulho daquilo que faço. Da mesma forma que um dia eu senti orgulho de chegar no Piauí e ouvir de um jovem que ele só leu Drummond e Guimarães Rosa porque viu um desfile meu na TV. Eu espero que isso aqui plante uma semente em uma país onde pessoas como o Bolsonaro só crescem. Não dá para brincar com essa nuvem negra que está tomando conta do mundo”

Links do estilista:  SITE / INSTAGRAM / TWITTER

ronaldo-2

ronaldo-4

ronaldo-3

Obrigada por acompanhar!

Receita para o bom gosto

receita para o bom gosto - letras e costuras.jpg

Sempre penso no que combina. Seja roupas, maquiagens, móveis e amigos, tenho preferência até por número pares (pois sei que, se precisar dividir, o resultado será exato e, isso pra mim é combinar). No meu conceito, aquilo que combina é mais bonito de se ver, causa até uma inspiração.

Divido 3 grupos de combinações: 1) pessoas que levam isso muito a sério e mudam de acordo com a estação, sendo sempre o “must-have” da moda, para pertencer a esse círculo tão “glamuroso” (grupos de aspiração); 2) pessoas, tipo eu, que selecionam as “trendys” que combinam com o seu estilo; 3) pessoas que não querem ser tão descoladas, mas buscam truques de como ser referência de bom gosto no trabalho, fazer uma presença válida naqueles almoços/jantares de família ou até mesmo no primeiro encontro conquistar o(a) paquerinha.

Principalmente as revistas dão as tais fórmulas prontas do que é certo ou errado de usar, as pessoas gostam, buscam e pagam por isso. As revistas especializadas em moda dão inúmeras dicas, pois os editores sabem que o leitor quer abrir a revista e encontrar a receita do bom gosto. Fora os diversos livros com dicas de estilo, por exemplo, “A Parisiense – O guia de estilo de Ines de La Fressange”.

Alguns anos atrás, li uma crônica do Artur Xexéo e, até hoje lembro perfeitamente de uma parte. Dizia que a gente passa a vida fugindo de combinações erradas, mas que também é difícil encontrar as que combinam. Baita verdade!

Foto: Cine Espresso

Obrigada por acompanhar!

Inspirações

Sou repleta de inspirações. Estilistas, autores, pintores etc. Vou absorvendo um pouquinho de tudo que considero incrível. Acho que vai mexendo com a imaginação e ajuda na criatividade. Enfim, vou colocar algumas das minhas inspirações e, quem sabe você pode não conhecer alguma. Certo? Certo!

salvador dalí - inspirações.jpg

:: Salvador Dalí:: 

Pintor, participou do movimento surrealista, se envolveu com fotografias, filmes e até na moda. Excêntrico, adorava o capitalismo e ter status. Suas influências eram extensas, exemplos: o Renascimento e a Psicanálise.

audrey hepburn - inspirações

:: Audrey Hepburn :: 

Atriz e se tornou um fenômeno com o filme Bonequinha de Luxo. Iniciou como modelo, ganhou um Oscar de Melhor Atriz no seu primeiro filme como protagonista, A Princesa e o Plebeu. Foi embaixadora especial da UNICEF e recebeu o Prêmio Humanitário Jean Hersholt.

truman capote - inspirações.jpg

:: Truman Capote::

Escritor e roteirista, começou em uma coluna social. O clássico Bonequinha de Luxo virou filme com a Audrey Hepburn sendo protagonista. Se destacou mais ainda com o primeiro livro de jornalismo literário na década de 60, A Sangue Frio.

mary quant - inspirações.jpg

:: Mary Quant ::

Estilista que ganhou destaque na década de 60, começou desenvolvendo as peças e depois abriu a sua loja em Londres, a Bazaar. Em 1966, recebeu a Ordem do Império Britânico utilizando uma minissaia, peça qual é considerada responsável pela criação.

paul smith - inspirações.jpg

:: Paul Smith :: 

Estilista conhecido pela suas peças de alfaiataria. Iniciou em um armazém de roupas, porém queria ser ciclista. Abriu sua primeira loja com roupas masculinas em 1970 e, apresentou em 1993 sua primeira coleção feminina.

Fotos: Jornal da Fotografia, Old Picz, Blog Finding Jackie, The Chicspy  e Manuscript Daily.

Obrigada por acompanhar!